13 Coisas que Pais Mentalmente Fortes NÃO Fazem

6 Dicas Para Escolha Acertada da Próxima Escola de Nossos Filhos
29/09/2018
Um alerta para pais com filhos no ensino fundamental e médio! Leia agora…
29/11/2018

13 Coisas que Pais Mentalmente Fortes NÃO Fazem

Olá pessoal, tudo bem? Uma das coisas que podemos ensinar para nossos filhos é que se existe algo já criado, produzido que já está ajudando, resolvendo problemas ou algum problema específico não precisamos criar outro, a menos que seja para uma melhoria significativa. Ou seja, não precisamos inventar a roda! Mais do que nunca, o mundo se tornou algo colaborativo.
Agora mesmo estou aguardando o início das atividades no segundo dia do 1 Congresso de Inteligência Artificial da América Latina, organizado pelo American Institute of Artificial Intelligence, e como chego bem antes, fiz minhas leituras matinais na procura dos melhores textos sobre negócios e família.
E não é que encontrei um texto muito interessante publicado no Portal da Forbes. Um texto brilhante. E como não precisamos inventar a roda, resolvi fazer uma tradução livre e trazer o texto para você, pois tenho certeza de que o conteúdo vai agregar muito em sua vida, principalmente se você tiver filhos ainda pequeno. Se você tem filhos já crescidos, adolescentes, jovens ou adultos, o artigo também vai ajudar, pois pode explicar alguns pontos que incomodam na postura dos filhos.
Convido você a ler o texto de Amy Morin, colaboradora da Forbes. Vale lembrar que a Forbes alerta que a opinião expressada no texto é inteiramente de responsabilidade de Amy Morin. Também quero dizer que o link original do artigo está disponível ao final do texto. Vamos lá então?
13 Coisas que Pais Mentalmente Fortes NÃO Fazem | Tradução livre
Criar filhos mentalmente fortes, equipados para assumir os desafios do mundo real exige que os pais abandonem as práticas de educação infantil pouco saudáveis - ainda que populares – que estão privando as crianças de desenvolver força mental.
Claro, ajudar as crianças a desenvolver músculos mentais não é fácil – exige que os pais também sejam mentalmente fortes. Observar a luta das crianças, incentiva-las a enfrentar seus medos e responsabilizá-los por seus erros é difícil. Mas esses são os tipos de experiências que as crianças precisam para alcançar seu maior potencial.
Os pais que treinam o cérebro de seus filhos por uma vida de significado, felicidade e sucesso, evitam essas 13 coisas:
1. Eles não toleram uma mentalidade de vítima
Ser cortado do time de futebol ou falhar em uma aula não justifica que sua criança se aja como vítima. A rejeição, o fracasso e a injustiça fazem parte da vida. Ao invés de permitir que as crianças exagerem seu infortúnio, os pais mentalmente fortes encorajam seus filhos a transformarem suas lutas em força. Eles os ajudam a identificar formas pelas quais eles podem tomar medidas positivas, apesar de suas circunstâncias.
2. Eles (os pais) não se culpam pelo que precisam fazer
Os sentimentos de culpa podem levar a uma longa lista de estratégias ruins que culminam em formação de crianças não saudáveis. A culpa faz o pai ceder ao seu filho depois de ter dito não a eles. Mentalmente, os pais fortes sabem que, embora a culpa seja desconfortável, é tolerável. Eles se recusam a deixar seus sentimentos de culpa impedi-los de fazer escolhas sábias.
3. Eles não fazem seu filho o centro do universo
Pode ser tentador fazer sua vida girar em torno de seu filho. Mas as crianças que pensam que são o centro do universo crescem para se auto-absorver e ter direito. Os pais mentalmente fortes ensinam seus filhos a se concentrar no que eles têm para oferecer ao mundo – e não no que o mundo deve a eles.
4. Eles não permitem que o medo dite suas escolhas
Manter seu filho dentro de uma bolha protetora pode poupar-lhe muita ansiedade. Mas manter as crianças muito seguras compromete seu desenvolvimento. Pais mentalmente fortes se veem como guias, não como protetores. Eles permitem que seus filhos saiam para o mundo e vivenciem a vida, mesmo quando tem medo de deixar ir.
5. Eles não permitem que usem o poder infantil sobre eles
Crianças que ditaram o que a família vai comer para o jantar, ou aqueles que orquestram como passar os fins de semana, têm muito poder. Tornar-se como um igual ao adulto – ou mesmo o chefe – não é saudável para as crianças. Os pais mentalmente fortes capacitam os filhos a fazer escolhas apropriadas, mantendo uma hierarquia clara.
6. Eles não esperam perfeição
As expectativas elevadas são saudáveis, mas esperar demais de crianças pode atrapalhar. Os pais mentalmente fortes reconhecem que seus filhos não vão se destacar em tudo o que fazem. Em vez de empurrar seus filhos para serem melhores do que todos os outros, eles se concentram em ajudá-los a se tornarem as melhores versões de si mesmos.
7. Eles não deixam o filho evitar a responsabilidade
Você não vai pegar um pai mentalmente forte dizendo coisas como: “Eu não quero ocupar meus filhos com tarefas domésticas. As crianças devem ser apenas crianças:. Eles esperam que as crianças assumam responsabilidades e aprendam as habilidades que precisam para se tornar cidadãos responsáveis. Eles proativamente ensinam seus filhos a assumir a responsabilidade por suas escolhas e lhes atribuem deveres adequados à idade. 8. Eles não protegem o filho da dor
É difícil observar as crianças sofrerem com sentimentos, dores ou ansiedade. Mas, as crianças precisam de prática e experiências de primeira mão, tolerando o desconforto. Os pais mentalmente fortes fornecem aos seus filhos o apoio e ajudam a necessidade de lidar com a dor para que seus filhos possam ganhar confiança em sua capacidade de lidar com qualquer dificuldade que a vida abrace.
9. Eles não se sentem responsáveis pelas emoções de seu filho
Pode ser tentador animar seus filhos quando estão tristes ou acalmá-los quando estão com raiva. Mas, regular as emoções de seus filhos, para eles, é algo que impede que eles ganhem habilidades sociais e emocionais. Os pais mentalmente fortes ensinam seus filhos a serem responsáveis por suas próprias emoções para que não dependam dos outros para fazê-lo por eles.
10. Eles não impedem que seus filhos cometam erros
Caso o filho produz algumas perguntas erradas em sua tarefa de matemática ou ele esquece a chuteira para o treino de futebol, os pais mentalmente fortes entendem que esses erros podem ser o maior professor de seus filhos. Pais mentalmente fortes deixam seus filhos bagunçarem – e eles permitem que eles enfrentem as consequências naturais de suas ações.
11. Eles não confundem a disciplina com a punição
Punição é fazer com que as crianças sofram por seus erros. Disciplina é ensiná-los a fazer melhor no futuro. E os pais mentalmente fortes destacam as consequências, com o objetivo final de ensinar as crianças a desenvolverem a autodisciplina, ou seja, elas precisarão fazer melhores escolhas na estrada.
12. Eles não aceitam atalhos para evitar desconforto
Tanto quando uma criança queixa de na hora de estudar, quanto ao fazer as tarefas de seus filhos. Isso é rápido e fácil. Mas, esses atalhos ensinam hábitos insalubres aos pequeninos. É preciso força mental para tolerar o desconforto e evitar esses atalhos tentadores.
13. Eles não deixam de seguir seus valores
No mundo acelerado de hoje, é fácil se envolver no dia a dia de seu negócio, nas tarefas domésticas e nas práticas esportivas. Esses horários agitados – combinados com a pressão para parecer o pai do ano nas mídias sociais – podem levar muitas pessoas a perderem a visão do que é realmente importante na vida. Os pais mentalmente fortes conhecem seus valores e dirigem a vida de suas famílias de acordo com eles.
Amy Morin is a psychotherapist and the author of 13 Things Mentally Strong Parents Don’t Do.
https://www.forbes.com/sites/amymorin/2017/09/18/13-things-mentally-strong-parents-dont-do/?nowelcome=1#34c96e1b4273

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ligue Agora